Possuir uma casa com recurso ao crédito ou arrendamento permite ao contribuinte, em sede de IRS, deduzir 30% dos juros e amortizações dos empréstimos ou do valor das rendas desde que sejam para habitação própria permanente.

 

O valor máximo de dedução é de 591 euros mas pode ser aumentado consoante o rendimento colectável do contribuinte ou majorado em 10% se o imóvel possuir certificação energética das classes A ou A+.

 

MONTANTE DA DEDUÇÃO

 

Caso possua despesas de juros e amortizações ou arrendamento pode deduzir 30% à colecta com o limite de 591 euros.

 

De acordo com o rendimento colectável esse limite pode aumentar até 50% de acordo com os seguintes critérios:

 

  • Rendimento colectável até 7.250 euros – 50% até 886,50 euros;
  • Rendimento colectável até 17.979 euros – 20% até 709,20 euros;
  • Rendimento colectável até 41.349 euros – 10% até 650,10 euros;
  • Outros rendimentos – até 591 euros.

 

Também as habitações com certificação energética beneficiam neste tipo de dedução, majorando os limites atrás mencionados em 10%, nomeadamente:

 

  • Rendimento colectável até 7250 euros – 50% + 10% até 975,10 euros;
  • Rendimento colectável até 17.979 euros – 20% + 10% até 780,12 euros;
  • Rendimento colectável até 41.349 euros – 10% + 10% até 715,11 euros;
  • Outros rendimentos – + 10% até 650,10

 

O QUE É ACEITE PARA DEDUÇÃO

 

  • Juros e amortizações de empréstimos habitação permanente;
  • Encargos com rendas de habitação permanente;
  • Obras de Conservação de Imóvel se existir empréstimo para o efeito e se for proprietário do imóvel.

 

O QUE É NÃO É ACEITE PARA DEDUÇÃO

 

Todas as despesas que não estejam enquadradas nos critérios anteriores ou que estando enquadradas não correspondem a todos os requisitos, como por exemplo, obras em casa arrendada com recurso ao crédito ou deduzir juros e amortização de habitação que agora se encontra arrendada.

 

COMO COMPROVAR

 

Para comprovar necessita de reunir todas as declarações bancárias ou recibos de arrendamento.

 

ONDE DECLARAR

 

Para declarar despesas de habitação via juros e amortizações de habitação própria e permanente ou despesas de arrendamento, deverá utilizar o anexo H no campo 7 introduzindo os códigos 731 e 732.

 

Poupar IRS

INFORMAÇÃO ADICIONAL

 

Sempre que declarar os juros e amortizações e despesas de arrendamento utilizando o código 731 no campo 7 do Anexo H ou o código 732 do mesmo campo e anexo, deverá preencher os campos 814 ou 815 consoante o tipo de dedução, onde irá mencionar os dados do imóvel ou do senhorio e ainda classificar energéticamente o seu imóvel caso seja o seu caso.

 

Poupar no IRS

 

Partilhar Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone