IRS 2013 | Despesas com Habitação

A entrega do IRS 2013 incorpora diversas alterações em matéria de deduções com despesas com habitação. Uma das mais relevantes é a retirada da dedução de amortizações do crédito habitação, sendo apenas possivel a dedução dos juros.

A majoração em 10% para imovéis com certificação energética também foi extinta e muitas outras correcções foram efectuadas com menores ou maiores impactos sobre o montante a deduzir para efeitos de IRS 2013.

IRS

MONTANTE DA DEDUÇÃO NO IRS 2013

As despesas com juros dos empréstimos contraidos para adquirir habitação própria e permanente são dedutiveis em 15% à colecta até ao limite de 591 euros. Também as rendas podem ser deduzidas à colecta até 591 euros.

De acordo com as taxas de IRS o limite da dedução pode verificar um incremento até 50% consoante os seguintes critérios:

  • Taxas de IRS entre 11,5% e 14%, rendimento colectável até 7 410 euros, a dedução aumenta de 591 euros até 886,50 euros;
  • Taxa de IRS de 24,5%, rendimento colectável até 18 375 euros, a dedução aumenta de 591 euros para 709,20 euros;
  • Taxa de IRS de 35,5%, rendimento colectável até 42 259 euros, a dedução aumenta de 591 euros para 650,10 euros.

O QUE É ACEITE COMO DEDUÇÃO NO IRS 2013

  •  Juros de empréstimos para habitação própria e permanente;
  • Encargos com rendas para habitação permanente;
  • Obras de conservação se existir empréstimo para o efeito e se for proprietário do imóvel.

DOCUMENTOS PARA VALIDADE A DEDUÇÃO NO IRS 2013

Para comprovar todas das deduções com despesas relacionadas com habitação aceites fiscalmente deverá possuir e conservar os documentos, como rendas e declarações bancárias onde estão presentes os encargos.

COMO DECLARAR NO IRS 2013

Para declarar as despesas com habitação deverá utilizar o anexo H e preencher o quadro 7 com o código 731. Ao utilizar está opção deverá mencionar o imóvel no quadro 8, campo 814.

Para declarar rendas deverá utilizar o anexo H e preencher o quadro 7 com o código 732. Deverá igualmente mencionar no quadro 8, campo 815 os dados do senhorio.

Até já…

About João

Bancário de Profissão, Economista e Empreendedor. Formado em Economia, Coaching, Marketing e Vendas. Autor e Fundador do Produtos Bancários..

Website
View All Artigos

13 Comments

  1. Boa noite,
    Seria possível esclarecerem-me uma situaçao?
    Tenho um crédito bancário em conjunto com o meu namorado (apesar da escritura da casa ser só em nome dele) e o banco apenas mandou uma declaração em nome dele com o valor total das amortizações do ano passado para o IRS. Tentei dividir o valor porque fazemos o IRS separados e não o site das finanças não aceita o meu valor porque não aparece nada com o meu contribuinte.
    Devo ir ao banco resolver a situação ou não há problema de ser apenas ele a declarar o valor na totalidade que é o que aparece pre-preenchido no IRS dele?

    Obrigada

    Reply
    • Olá Ana Cristina,
      Pergunte ao seu banco o porquê de não enviarem as declarações em separado?
      Tanto quanto sei, é possivel a declaração em separado da parte correspondente, a não ser que haja algum impedimento no banco.
      Cumprimentos,

      Reply
  2. Boa tarde,

    Eu comprei casa em Abril de 2012, posso incluir na minha declaração as despesas do empréstimo? Ou para quem comprou casa após Janeiro 2012 ja não se pode incluir.

    Obrigada!

    Reply
    • Olá Stephanie,
      A que despesas se refer?
      Cumprimentos,

      Reply
      • Bom dia João,

        Bem não sei bem :) comprei casa em abril 2012 e pergunta-me se da para por alguma coisa em relação a minha compra, ao meu empréstimo na declaração de irs.

        Obrigada

        Reply
        • Olá Stephanie,
          Apenas os juros podem ser declarados.
          O seu banco deverá lhe ter enviado uma declaração para efeitos de IRS.
          Cumprimentos,

          Reply
  3. Bom dia Joao,

    Segundo a minha gestora de conta, já não tenho direito de introduzir a despesas dos juros na minha declaração de IRS. Para quem comprou casa a partir de janeiro 2012 perdeu esse direito, diz ela. :(

    Reply
  4. Bom dia,

    João segundo a minha gestora de conta, já não tenho direito de introduzir a despesas dos juros na minha declaração de IRS. Para quem comprou casa a partir de janeiro 2012 perdeu esse direito, diz ela. :(

    Reply
    • Olá Stephanie,
      Pelo o que tenho consultado é verdade. Também desconhecia.
      Muito obrigado…

      Reply
  5. Boa tarde,
    a minha questão é a seguinte:´
    Sou senhorio e tenho um apartamento arrendado. Tenho de apresentar o rendimento das rendas em irs num anexo à parte? Qual é? Qual a taxa de imposto? Obrigado

    Reply
    • Olá Gonçalo,
      Anexo F.
      Quanto à taxa depende dos rendimentos.
      Cump,

      Reply
  6. Bom dia, fiz um emprestimo eem 2012 de habiatção na CEF, para construção, o valor é liberado em etapas construidas, até 31/12/2012 foi liberado R$90.783,13(está no extrato como saldo devedor) de um total de R$220.000,00. No extrato informa também o total pago no exercício. Como devo fazer esta declaração? Obrigado.

    Reply
    • Olá Adriano,
      Pelo que entendi é do Brasil. Esta declaração é só para Portugal.
      No entanto agradeço por seguir as noticias do Produtos Bancários. Certamente temos noticias ligadas a investimentos, créditos e finanças pessoais que serão uteis ai no Brasil.
      Muito obrigado,

      Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>