Entrega IRS 2012 | Arrendamento

Voltando aos nossos artigos sobre entrega IRS 2012, neste artigo vamos abordar questões relacionadas com os contratos de arrendamento, tanto na óptica do inquilino como na óptica do senhorio.

Antes de mais, convêm ter presente que tanto os senhorios como os inquilinos só poderão mencionar as rendas auferidas ou suportadas caso tenham entregue o contrato nos serviços de finanças.

Se tal se verificar tanto o inquilino tem de declarar o total das rendas suportadas no anexo H como o senhorio terá que preencher o anexo F.

DO PONTO DE VISTA DO INQUILINO

As rendas suportadas pelo inquilino podem deduzir à colecta 30% do valor total das rendas desde que tenham arrendado uma casa de habitação própria permanente até 591 euros.

Para que tal seja possível deve o inquilino reunir todos os recibos de pagamento de rendas e colocar o valor total das mesmas no anexo H, quadro 7 com o código 732 identificando o senhorio com o número de contribuinte.

Entrega IRS 2012 Arrendamento Anexo H

DO PONTO DE VISTA DO SENHORIO

Os rendimentos de rendas tem que ser declarados pelo senhorio no anexo F, quadro 4 colocando um imóvel em cada linha bem como eventuais encargos  com a manutenção e conservação do imóvel desde que devidamente comprovadas.

Entrega IRS 2012 Arrendamento Anexo F

Os encargos aceites como deduções especificas são os seguintes;

  • Segurança do imóvel, gastos com porteiros e limpezas;
  • Pinturas, eletricidade e manutenção de elevadores, canalizações, taxas autárquicas;
  • Imposto Municipal sobre imóveis;

Até já…

About João

Economista, bancário, webmaster, coach e autor de diferentes blogs em diferentes áreas.

Website
View All Posts

128 Comments

  1. Boa tarde,

    Sou proprietária de duas casas. Ambas adquiridas através do crédito habitação. Uma das casas está arrendada. Posso declarar os juros das duas casas ou somente da casa que é minha habitação permanente?
    A caução não deve ser declarada?

    Grata pela atenção dispensada.

    Reply
    • Olá Vera,
      Apenas pode declarar juros e amortizações da habitação permanente.
      O que quer dizer por caução?
      Cumprimentos,
      João

      Reply
  2. Boa noite.

    Vivo numa casa arrendada em que a nivel contratual aparece a minha namorado na 1ª pessoa, e eu como fiador. No entanto pagamos um mês eu, outro mês ela. É possível pedir a descriminação das facturas para cada situação ou terá que ser tudo em nome da minha namorada?
    Obrigado.

    Reply
    • Olá Mário,
      Corretamente, apenas em nome da sua namorada devem vir os recibos. De igual modo o contrato foi feito com a sua namorada você é apenas fiador.
      Cumprimentos,
      João

      Reply
  3. Obrigado pela pronta resposta.

    Se por ventura o contrato tivesse dois outorgantes, eu e a minha namorada, já poderia ser feito a divisão dos ditos recibos?

    Mais uma vez obrigado pela ajuda, e anteção dispensada.

    Reply
    • Olá Mário,
      Penso que não?
      Cumprimentos,
      João

      Reply
  4. Boa tarde,

    Agradeço a disponibilidade em responder às dúvidas.
    A minha dúvida encontra-se na electricidade, de que modo é deduzida? O valor da factura da EDP?
    É possível deduzir o gáz?

    Cumprimentos,

    Alberto Praça

    Reply
    • Olá Alberto,
      Essas despesas não podem ser deduzidas.
      Cumprimentos,
      João

      Reply
  5. Boa Tarde,

    tenho duas casas, a de habitação permanente e um apartamento que aluguei o ano passado devidamente declarado nas finanças. Sei que tenho que preencher o anexo F, mas tenho uma dúvida, uma vez que a casa não está paga e eu pago mensalmente ao banco o emp´restimo bancário é possível abater esse valor, ou seja, é feita a diferença entre esse valor e o que recebo de renda? se sim, em que coluna devo mencionar isso?

    Reply
    • Olá Sofia Jorge,
      Que tenha conhecimento não pode abater os encargos bancários com o seu apartamento.
      Cumprimentos,
      João

      Reply
      • Parece-me que não está correcta a informação, pois se a inquilina tiver como morada fiscal a casa alugada o arrendatário pode incluir os juros e amortizações do imóvel no seu IRS.

        Reply
        • Olá Daniela,
          Penso que não, visto que os juros e amortizações são para habitação própria permanente e se esta está arrendada então não cumpre este requisito.
          Cumprimentos,

          Reply
  6. Ola Bom dia
    Gostaria que me informa-se, se no caso do inquilino nao ter pago as rendas de novembro e dezembro de 2011, se terei que inserir no irs , como este as tenha pago, isto e a totalidade das rendas do ano de 2011.
    Atentamente
    Alexandre

    Reply
    • Olá Alexandre,
      Só deve inserir os rendimentos que possui comprovativo.
      Cumprimentos,
      João

      Reply
  7. Bom dia,

    Agradeço a sua pronta resposta. A caução foi o valor adiantado pelo arrendatário, que é no fundo um adiantamento de 1 mês de renda.

    Obrigado.

    Reply
    • Olá Vera,
      Deve declarar o valor das rendas recebidas como rendimentos.
      Cumprimentos,
      João

      Reply
  8. Bom dia,

    Como fiador de um arrendamento, na situação de eu (fiador) pagar alguma renda, posso/devo declarar no irs como, aliás, faz o inquilino?
    Aguardando,
    Obrigado

    Reply
  9. Desculpe a pergunta, mas para o meu pai poder declarar as rendas recebidas no IRS, vi que referenciou o anexo F quadro 4, este só estará disponível a partir de 1 de Maio?
    Porque fui tentar fazer uma simulação para eles e não aparece ainda o quadro F.
    Agradeço antecipadamente a sua resposta.
    Carla

    Reply
  10. Boa noite.
    E as despesas com as obras de casa arrendadas, como pedreiro, materiais e tudo isso não pode ser deduzido?

    O IMI pode? Obrigada

    Reply
  11. Por favor as minhas duvidas e,recebo 3000€ por ano de rendas,quanto vou pagar de IRS?,visto ser a primeira dequelaracao a entregar.
    Tenho tudo legal nas financas e passo recibos.Sao os unicos rendimentos de portugal.
    Estou fora de portugal a 12 anos,tenho que dequelarar os rendimentos de outro pais e porque?,acho que nao fas centido,mas no papel pergunta se reside fora de portugal.
    Muito obrigado

    Reply
    • Olá Fernando,
      Não o quero induzir em erro mas tenho dúvidas quanto à resposta para a sua dúvida.
      Sugiro que consulte o serviço de finanças.
      Cumprimentos,
      João

      Reply
  12. Sou proprietário de um imóvel em conjunto com a minha mãe (na respetiva proporção) por via do falecimento do meu pai. Dado que esse imóvel está arrendado,tenho declarar a mesma proporação da quota parte que detenho no imóvel (Nota: não foram efetuadas quaisquer partilhas).
    Agradeço a atenção.
    Frederico Tomaz

    Reply
    • Olá Frederico,
      Tudo depende como estiver concretizado o contrato de arrendamento.
      Cumprimentos,
      João

      Reply
  13. Tenho um apartamento que está arrendado.
    Tenho o contrato nas finanças e passo todos os recibos.

    Antes de os inquilinos entrarem, tive que arranjar o chão, colocando um flutuante.
    Posse declarar como despesas visto não ser pintura?

    Obg

    Nuno

    Reply
    • Olá Nuno,
      Como são obras de manutenção e conservação penso que deverá as declarar.
      Cumprimentos,

      Reply
  14. Boa tarde
    Na minha declaração de irs de 2011, no anexo H, no quadro 814, coloquei dois codigos 731 relativos a duas habitações que possuo e que para ambas tenho crédito habitação em meu nome. Recebi posteriormente carta das finanças para justificar qual a habitação permanente. Não posso ter duas habitações permanentes..?
    Obrigado.

    Reply
    • Olá Eduardo,
      Não, apenas uma pode ser sua declaração permanente.
      Cumprimentos,
      João

      Reply
  15. Boa tarde,
    Estou a pensar a alugar uma casa. O senhorio diz que aluga por 600€ sem recibo e por 700€ com recibo. Queria perguntar se compensa mais a nível de IRS e possíveis deduções com ou sem recibo. Já ouvi dizer que no ano de 2012 as finanças não vão aceitar recibos de arrendamento para serem deduzidos no IRS. É verdade?
    Agradecia que respondesse com a máxima urgência.

    Grata pela sua atenção
    Os meus cumprimentos

    Reply
    • Olá Cristina,
      Correctamente deveria ser sempre com recibo.
      Não me vou prenunciar como deverá proceder.
      Cumprimentos,
      João

      Reply
  16. Boa tarde
    Gostaria de saber se no IRS de 2012 finanças não vão aceitar recibos de arrendamento para serem deduzidos.
    Vou arrendar agora um apartamento no qual tenho contrato de arrendamento, e a propriatária não quer passar recibo. Se eu apresentar o ontrato de arrndamento às finanças, posso conseguir que a propriatária passe?

    Cumprimentos

    Reply
  17. Boa tarde,
    Quero alugar um apartamento, mas o proprietário diz-me que fará contrato mas não passa recibo. Referiu também que no ano presente, não é possível declarar rendas no IRS, e por isso não fazia qualquer diferença.
    Irei ser prejudicada na entrega do IRS, ou quais as minhas implicações enquanto contribuinte?
    Basta o contrato para provar que pago mensalmente uma renda ou poderei pedir uma declaração de recebimento do valor da renda mensal ao proprietário?
    Cumprimentos.

    Reply
  18. Boa tarde,
    Quero alugar um apartamento, mas o proprietário diz-me que fará contrato mas não passa recibo. Referiu também que no ano presente, não é possível declarar rendas no IRS, e por isso não fazia qualquer diferença.
    Irei ser prejudicada na entrega do IRS, ou quais as minhas implicações enquanto contribuinte?
    Basta o contrato para provar que pago mensalmente uma renda ou poderei pedir uma declaração de recebimento do valor da renda mensal ao proprietário?
    Cumprimentos.

    Reply
    • Olá Mariana,
      Confuso. O recibo é um direito seu pelo contrato de arrendamento, bem como é um comprovativo de que pagou as rendas. Mesmo que não haja benefícios fiscais (ainda não confirmei) tem sempre interesse em possuir recibo.
      Cumprimentos,

      Reply
  19. Boa tarde,
    arrendei um apartamento em outubro de 2011, com contrato, mas nunca recebi nenhum contrato, tanto que não consegui deduzir a renda no irs deste ano. A minha dúvida é se é obrigatório passar recibos?

    Com os melhores cumprimentos,
    Marcela

    Reply
  20. Boa tarde

    Tenho um empréstimo ao banco para a minha habitação permanente em regime de leasing, sobre o qual pago uma renda e recebo no final do ano a declaração do banco com o valor total que foi pago.
    Posso deduzir no IRS de 2012 essa despesa como despesa com habitação permamente?
    Cumprimentos

    Reply
    • Olá Ana,
      Apenas crédito habitação está incluído.
      Pelo menos é a informação que possuo.
      Cumprimentos,

      Reply
  21. Boa Tarde, possuo um imovel em meu nome, mas que está com emprestimo bancário. No entanto aluguei o imovel declarando as finanças, mas mudei o meu domicilio fiscal para casa dos meus pais. A minha pergunta é…uma vez que aluguei a minha propria casa e fui viver com os meus pais, deixa de ser considerada habitaçao permanente? Isso implica perder os beneficios depois para as despesas de IRS?

    Reply
    • Olá Patricia,
      Exactamente.
      Cumprimentos,

      Reply
  22. Olá boa noite

    Pretendo arrendar um apartamento. O senhorio faz contrato mas não passa recibos. Gostaria de saber se: 1) ainda será possível deduzir as rendas pagas no IRS deste ano e
    2) Apesar de saber que é uma obrigação por parte do senhorio passar recibos, se não os passar, serei algum dia prejudicada, caso haja algum problema? A nível judicial, por exemplo, os comprovativos de transferência serão válidos como a justificação de pagamento de rendas?
    Muito obrigada.

    Reply
    • Olá Maria,
      Ainda pode deduzir as despesas com rendas no IRS.
      Quanto aos recibos é sempre melhor o senhorio passar recibo, no entanto, se não o fizer não vejo qualquer perigo para sí. Vejo sim para o senhorio.
      Cumprimentos,

      Reply
  23. Boa noite,
    Estou em Lisboa e vou arrendar um imóvel em breve em que terei um contrato de arrendamento e recibos que me serão passados mensalmente. A casa que vou alugar, como disse, é em Lisboa mas a minha morada fiscal não é aqui mas sim na Guarda.
    Posso declarar os recibos de arrendamento com a minha morada fiscal na Guarda ou terei de alterar a morada fiscal para Lisboa parar puder declarar os recibos de arrendamento?
    Aguardo resposta,
    Obrigado

    Reply
    • Olá Ana,
      Efectivamente é mais correcto alterar a sua morada fiscal para efectuar a declaração dos recibos de arrendamento na sua declaração de IRS.
      Assim sendo, o conselho que deixo é que se desloque a uma repartição das finanças e altere a sua morada fiscal.
      Cumprimentos,

      Reply
  24. Boa noite,
    A minha filha tem uma habitação permanente a cerca de 150Km do seu local de trabalho, fez um empréstimo bancário para sua aquisição.
    A minha pergunta é a seguinte:
    Caso a casa seja arrendada com contrato e passagem de recibos, o banco pode aumentar o spread?
    Ouvi dizer que se tiver o trabalho a mais de 50km da casa a nova lei do arrendamento não deixa que o banco faça isso.
    Agradeço desde já uma resposta a esta questão, obrigado.

    Reply
    • Olá José Gomes,
      Efectivamente, em regra, existe uma cláusula que proíbe o arrendamento, no entanto, não conheço nenhum banco que tenha accionado tal cláusula ou utilizado a mesma como justificação de aumento de spread.
      Regra geral o aumento do spread só é possível nos casos previstos no contrato, como ausência ou cancelamento de produtos exigidos ou alterações no mercado.
      Não acredito que isso irá acontecer.
      Cumprimentos,

      Reply
  25. Boa tarde, sou proprietaria de um apartamento e estou a pensar arrenda lo. Se passar recibos, posso apresentar as despesas do condominio no IRS?

    Cumprimentos

    Ana Rita

    Reply
    • Olá Rita,
      Irei verificar, assim que tiver novidades coloco por aqui…
      Cump,

      Reply
  26. Bom Dia,

    Aluguei uma casa juntamente com o meu namorado em Junho deste ano, o contrato está no nome dos dois, o 1º ortorgante é o meu namorado e o 2º sou eu, a minha duvida é estando o contrado no nome dos dois podemos declarar os dois as rendas, metade cada um ou declara só ele ou só eu o total? Ate agora ainda não temos nenhum recibo, pode o senhorio passar metada do valor no nome de cada um, ou um mes no nome de um e outro no nome do outro?! ficando 6 meses para um e 6 meses para outro?
    o senhorio pode passar um unico recibo anual com o valor toral das rendas? nesse caso se sim pode dividi-lo metade no nome de um e metade no nome do outro?!

    Outra questão é, a senhoria faleceu passado 2 meses, o contrato estando registrado nas finanças continua válido e passou directamente para os herdeiros (2filhas), o queria saber é se este facto pode alterar a declaração das rendas no irs da nossa parte como inquilinos?!

    Agradeço desde já a atenção.

    Obrigada,

    Mónica

    Reply
  27. Boa tarde,
    Conforme o orçamento de estado para 2013 a tributação das rendas passam de 16,5% para 28%, ouvi falar tambem que não será necessario declarar no IRS mas sim de forma autonoma. O que isto quer dizer?

    Obrigado
    Vitor

    Reply
    • Olá Vítor,
      Segundo sei, mas ainda irei ser melhor esclarecido, os senhorios ou optam pelo englobamento em IRS e assim ficam sujeitos às taxas em função dos rendimentos ou efectuam um pagamento autónomo de 28%.
      É uma opção, logo o senhorio tem de ver qual a melhor opção, embora acredite que irá pagar sensivelmente o dobro.
      Cumprimentos,

      Reply
      • Irei pagar o dobro se optar pelo pagamento autonomo?

        Obrigado

        Reply
        • olá Vitor,
          Pois, tem de ver quanto vai pagar em função dos seus rendimentos.
          Cumprimentos,

          Reply
  28. Bom dia João,

    Fiz contrato de arrendamento a 01/10/2012, registado nas finanças. A minha questão é se os posso colocar no irs de 2012. Li algures que apenas poderiamos colocar os recibos de arrendamento caso o contrato fosse anterior a Janeiro de 2012. Será correcto?
    Obrigada,
    Joana

    Reply
    • Olá Joana,
      IRS 2013 quer dizer, respeitante a rendimentos e despesas de 2012.
      Pode sim…
      Cumprimentos,

      Reply
  29. Boa tarde João,
    Arrendei casa em Fevereiro de 2011. Posso colocar os meus recibos (renda de 500 euros) de 2012? Não percebo muito bem a questão dos 30%.
    Obrigada,
    Madalena

    Reply
    • Olá Madalena,
      Pode declarar em 2012 no IRS referente ao ano 2011 os recibos das rendas pagas em 2011.
      Cumprimentos,

      Reply
  30. Boa tarde,
    Tenho uma casa com hipoteca, no entanto devido a mudança de local de trabalho vou comprar outra casa com empréstimo(as habitações estão a uma distância de cerca de 20km) e arrendar actual que deixará de ser a habitação permanente. Quais as implicações que isto pode ter a nivel de spread e IRS?
    Obrigada.

    Reply
  31. Boa tarde
    Tenho uma casa própria com empréstimo bancário, que está arrendada com contrato nas finanças.
    No entanto aluguei uma casa noutra zona, pelo que a minha questão é se em 2013, quando fizer o IRS respeitante a 2012, poderei colocar as rendas que pago na casa alugada e se poderei também colocar os valores que constam carta que recebemos do banco com as prestações e juros liquidados da casa própria?

    Obrigado
    Susana

    Reply
    • Olá Susana,
      Eu não arriscaria. Colocaria apenas as rendas e não fazia nada na habitação.
      Cumprimentos,

      Reply
  32. Estou em vias de arrendar um apartamento em Lisboa, no entanto ouvi dizer que de 2012 para a frente, nós, arrendatários já não poderemos declarar esta despesa no IRS, está correcta esta informação?

    Reply
    • Olá Diogo,
      Segundo sei mas ainda não me arrisco a confirmar, os benefícios ao arrendamento não vão acabar, vão sim diminuir os benefícios no crédito habitação.
      Cumprimentos,

      Reply
  33. Olá, Tenho um imóvel que vou arrendar em Fevereiro de 2013, pela renda mensal de 650 euros,Quanto irei pagar de IRS por cerca de 7 mil euros de rendas que irei receber ao longo do ano. E continuarei a poder deduzir os juros do empréstimo bancário que tenho?
    Obrigado

    Reply
  34. Boa noite,

    Se já tiver uma habitação em meu nome e a arrendar, é possível comprar outra (alterando também a morada fiscal para esta) contraindo um empréstimo bancário para esse efeito através do produto disponível para Habitação Permanente e deste modo declarando o pagamento de juros em IRS de forma a obter os benefícios fiscais associados?

    Obrigada desde já pela atenção dispensada.

    Os melhores cumprimentos,
    Nicole Costa

    Reply
    • Olá Nicole,
      Claro que pode.
      Desde que a habitação que compre seja sua habitação permamente pode declarar os juros e amortizações do crédito habitação.
      Cumprimentos,

      Reply
  35. Bom dia., Nao sei se é possivel obter uma resposta aqui mas vou tentar. Possuo 2 casas que alugo e o rendimento dessas casas é o meu unico sustento. O rendimento total é de 5.400,00 € anual, 450€ mensal. Até aqui esta renda era declarada em IRS e contemplava o abatimento das despesas IMI condominio seguro etc. Agora com o OE 2013 como vai ser ? Posso optar por continuar a declarar em IRS pagando a taxa de 14,5% e deduzindo as despesas ? Ou como o meu rendimento mensal está abaixo do ordenado minimo nacional estarei isento do IRS ? Agradecia pois que o Sr. João dentro do possivel me desse este esclarecimento. Obrigado os m/ cumprimentos

    Reply
    • Olá José,

      Ainda não quero arriscar muito sobre as novas directivas do Orçamento de Estado 2013, no entanto, em breve irei publicar por aqui informação diversa sobre o Orçamento.
      Esteja atento…

      Reply
  36. Aluguei uma casa em Janeiro de 2012. Sou obrigado a entregar uma cópia do contrato às finanças e declarar o arrendamento? Até quando? Posso efectuar essa participação por meio electrónico? Como?

    cumprimentos

    Reply
    • Olá Oscar,
      Correctamente deve-o fazer…
      Cumprimentos,

      Reply
  37. pretendo arrendar uma casa em janeiro de 2013 e o senhorio diz que não passa recebo, será que despesas como esta feitas no 2013 já não terá deduções no IRS?

    Reply
    • Olá Sousa,

      Idealmente deveria ser com recibo e apesar dos benefícios serem menores é sempre vantajoso possuir um contrato de arrendamento.
      Cumprimentos,

      Reply
  38. Bom dia
    Aluguei um apartamento em Maio de 2012, o contrato esta devidamente registado nas finanças e a minha senhoria vai passar-me os recibos referentes a 2012. A minha duvida é se posso declarar as rendas que paguei visto que tenho como domicilio fiscal a casa dos meus pais, isto porque o apartamento que aluguei trata-se de um anexo onde nem correio recebo, logo para alterar o meu domicilio fiscal teria de ser para a morada da minha senhoria, o que na minha opinião não teria qualquer logica. Obrigado

    Reply
    • Olá Maria,

      Tem contrato de arrendamento pode efectuar a declaração das rendas.
      Abraço…

      Reply
  39. boa noite,
    Possuo uma fracção num prédio e gostava de saber se as despesas de condominio/quotas de condominio são deduzíveis no irs?
    obrigado

    Reply
      • a fracçao é para habitação propria.

        Tenho mais uma pergunta a acrescentar:

        Não tenho declarado o imi em anos anteriores, gostaria de saber se no irs 2012, poderei acrescentar às despesas de imi desse ano, as despesas de tive com o imi em anos anteriores?

        Obrigada pela sua resposta.
        Atentamente

        Reply
        • Olá Maria,
          Mas se não vive lá não é sua habitação permanente.
          Sei que existe quem declare na mesma os juros, no entanto, assim que declarar que recebe rendas da mesma habitação o fisco irá, provavelmente, questionar.
          Despesas do IMI da habitação arrendada?
          Cumprimentos,

          Reply
  40. Boa noite,

    Arrendei em Setembro 2012 um apartamento com o meu namorado.
    Ambos constamos no contrato de arrendamento, no entanto os recibos vêm em nome dele.
    Posso eu colocar o valor da renda na minha declaração de IRS, ou terá de ser ele a fazê-lo, uma vez que os recibos vêm em seu nome?

    Cumprimentos

    Liliana Dias

    Reply
    • Olá Liliana,
      olá Liliana Dias,
      Se os recibos estão em nome do seu namorado então deverão ser declarados na sua declaração de rendimentos.
      Cumprimentos,

      Reply
  41. Olá João,

    Obrigada pela respsta.
    Assim sendo, se pedir ao senhorio que em 2013 os recibos passem a vir em meu nome, uma vez que ambos constamos no contrato de arrendamento, posso declarar em 2014 na minha declaração de rendimentos?

    Obrigada

    Cumprimentos

    Liliana Silva

    Reply
    • Olá Liliana,

      Correctamente…

      Cump,

      Reply
  42. Boas, deparo-me com uma dúvida que é a seguinte: no ano de 2011 o condomínio lançou uma quota suplementar (pintura exterior) para os condóminos pagarem no período compreendido entre 07/2011 e 06/2012, com todos os requisitos necessários, assembleia condóminos, votação positiva, acta. etc. Um dos condóminos pagou o valor total da quota, em três tranches, no ano de 2011 (foram emitidos os respectivos recibos, nas datas de pagamento). Agora e dado que não incluí-o o valor na sua declaração de IRS de 2011, uma vez que, esta fracção está arrendada, ou seja, quer abater o valor das obras às rendas recebidas, para efeitos de IRS, está a solicitar que eu anule os recibos emitidos em 2011 e passe um com o valor total e data do ano de 2012, isto é possível, uma vez que, as contas já se encontram fechadas???

    Reply
    • Olá Rui,
      Isso é mais uma questão contabilistica do que fiscal.
      Eu penso que não deve fazer isso, visto que já ocorreu o fecho das contas do condominio.
      Questione assembleia de condominos e um contabilista.
      Cumprimentos,

      Reply
      • Boas João,
        Desde já obrigado pela sua opinião.
        A minha posição desde o inicio foi não fazer qualquer alteração aos exercícios já encerrados, uma vez que, todas as rubricas se encontram descriminadas em acta, ficando sujeito a ter que proceder à elaboração de uma adenda.
        Segundo o que tenho vindo a apurar, este condómino apesar de não ter incluído os recibos de pagamento da quota suplementar na sua declaração de IRS 2011 (Anexo F – Rendimentos Prediais), terá um período de 3 anos para o fazer, portanto poderá sempre o fazer este ano 2013, a quando da entrega da declaração do exercício IRS 2012.
        Resta-me apurar a veracidade deste período de 3 três anos, mesmo com recibos com data de 2011 será possível os incluir no IRS 2012.
        Cumprimentos.

        Reply
  43. Bom dia

    Tenho uma segunda casa com empréstimo
    Pretendo alugar, se o valor da renda for igual ao valor da prestação da casa eu vou ter de pagar algum IRS? Quando fizer o irs tenho que por o que recebi de rendas, existe algum sítio onde possa colocar o valor da prestação que pago ao banco, visto não ser uma habitação permanente? Ou vou sempre perder dinheiro mesmo que não ganhe nada com o aluguer?

    Reply
    • Olá Margarida,
      As rendas deverá declarar como rendimento no Anexo F. A prestação do crédito não existe onde declarar, visto que não é sua habitação permanente.
      Penso que responde à sua pergunta.
      Cump,

      Reply
      • Obrigada João

        Telefonei para as finanças, desde que para o inquilino a casa seja habitação permanente (morada fiscal) posso por os juros no quadro 7 da declaração de irs (731)

        Reply
        • Olá Margarida,
          Coloco as minhas dúvidas nesta justificação das Finanças.!!!
          Cumprimentos,

          Reply
  44. Boa tarde.
    Gostaria de saber que despesas posso deduzir no rendimento do aluguer de um apartamento em propriedade horizontal.
    Poderei deduzir o condomínio? O seguro do imóvel? As obras interiores como pinturas, podem ser deduzidas? Nas finanças informaram-me que as pinturas dedutíveis seriam apenas as dos espaços comuns do prédio.
    Obrigada.

    Reply
  45. Boa tarde,

    Tenho uma dúvida sff sendo que é a primeira vez que me confronto com o processo:
    – o que é quer dizer que o limite que pode ser deduzido é de 591 euros no caso das rendas?
    – eu tenho uma renda de 600 euros/mês, sendo assim ainda posso deduzir algo?
    – será que os 15% são referentes só aos 591 euros dos 600 euros?

    Muito obrigado pela ajuda!

    Reply
  46. Boa tarde,
    Gostaria de saber se posso declarar em 2013, obras de melhoria de comportamento termico da habitação própria realizadas em 2011 arrastando-se até 2012?

    Obrigada pela atenção

    Reply
    • Olá Maria,
      Tudo depende da data da factura e do tipo de obras realizadas.
      Cump,

      Reply
  47. Bom dia,

    A minha sogra vive numa casa arrendada há cerca de 50 anos.
    Na altura foi celebrado um contrato de arrendamento.
    Com a morte do senhorio, há alguns anos atrás, passou a pagar as rendas ao filho dele que nunca passou recibo.
    O pagamento é feito por depósito bancário na conta do filho do senhorio inicial e actual senhorio.
    A minha sogra pode deduzir o valor das rendas no IRS 2012?
    O que deve fazer?
    Grato pela atenção.

    José Fernandes

    Reply
    • Olá José,
      Sem comprovativo não deverá declarar as rendas.
      Cumprimentos,

      Reply
  48. Tenho algumas dúvidas em algumas despesas, se entram ou não para a declaração de IRS. Multas de estacionamento entram? Penalizações em que o Estado decreta que o € da multa vá para uma instituição de caridade podem entrar? A minha irmã não trabalha e ainda tem propinas referentes ao ano passado para colocar como despesas, como não tem nada para preencher no Anexo A (já trabalhou mas agora não) e já não faz parte do agregado familiar (por causa da idade), mas quem pagou foram os meus pais(ainda faz parte do agregado) a declaração dá-me erro. Diz que tenho de preencher o quadro 4 ou o 10 do Anexo H. Não sei o que tenho de preencher.

    Obrigada

    Reply
    • Olá Anabela,
      Tudo o que referiu não entra para IRS, nem mesmo as despesas com a sua irmã.
      Se necessitar de ajuda, envie uma mensagem privada para o email: produtosbancarios@gmail.com com todos os promenores da sua declaração que a ajudarei a preencher e validar.
      Cumprimentos,

      Reply
  49. Boa tarde,
    Tenho habitação própria, da qual pago empréstimo bancário, e é onde tenho minha morada fiscal.
    De momento arrendei uma casa para morar, tendo emprestado a minha para um familiar com necessidades.
    Posso declarar a valor da renda do empréstimo bancário mais o valor da renda do aluguer?
    Como devo agir pertante esta situação?
    Obrigada

    Reply
    • Olá Filipa,
      Apenas deverá declarar os juros da sua habitação própria permamente.
      Cumprimentos,

      Reply
  50. Bom dia.
    No prédio onde moro está instalada uma antena na cobertura com a qual o condomínio tem rendimentos. Este ano comunicaram-nos que esse rendimento terá de ser dividido por todos os condóminos e declarado na entrega do irs de cada um como rendimento predial. Como preencho na minha declaração?
    Muito obrigado pela ajuda.
    Cumprimentos.

    Reply
    • Olá Carla,
      Tem de preencher o anexo F.
      Cump,

      Reply
  51. Boa noite,

    Poderiam ajudar na seguinte situação?

    A minha mãe que morava comigo, em 2012 alugou uma casa, com o devido contrato e com a devida factura passada pela senhoria, no entanto não mudou a morada fiscal pois dava mais jeito continuar a receber a correspondência cá em casa. Mesmo assim pode apresentar no irs de 2012 como despesas o aluger da casa?

    obrigado

    Reply
    • Olá Ruben,
      Penso que não terá problemas. No entanto, verifique se no contrato de arrendamento menciona que é para habitação da sua mãe, isto é, a finalidade do arrendamento.
      Cump,

      Reply
      • Boa noite, obrigado desde já pela ajuda. terei de ver entao a finalidade do contrato, no entanto hoje tambem foi questionar as finanças e disseram-me que as declarações de rendas se a habitação fosse permanente, ou seja, se a morada fiscal fosse a mesma da casa alugada (isto segundo o artigo que a funcionaria me leu), o que neste caso não é, pois manteve a minha. Será que estão certos?

        A verdade é que a casa foi alugada no final de 2011, outubro, e em 2012, quando lhe fiz o IRS declarei estes meses de renda, pois não sabia da questao da morada fiscal, so este ano é que por acaso ouvi falar nisso, e este ano ja mudou para outra casa mais barata. Na verdade a declaraçao nao teve erros e ninguem a chamou, mas nao sabia desta questao da morada fiscal e com o que me disseram hoje nas finanças estou com algum receio de este ano declarar as rendas… que faço?

        Mais uma vez obrigado

        Reply
        • Olá Ruben,
          Efectivamente a existencia da morada fiscal equivalente à morada do imóvel é condição verificável. No entanto, também é aceite como Habitação Permamente os casos em que esta expressamente contratado a finalidade do arrendamento.
          Tal como lhe questionei, o seu contrato menciona que o arrendamento é para habitação permanente.
          Se sim, não vejo porque não declarar as despesas com arrendamento.
          Pode sempre ser rigoroso e não declarar, mas não acredito que terá grandes problemas com a Autoridade Tributária se conseguir comprovar o lapso da actualização da morada fiscal.
          Cump,

          Reply
  52. Tenho um apartamento que está arrendado.
    Tenho o contrato nas finanças e passo todos os recibos.

    Antes de os inquilinos entrarem, troquei o forno, placa e exaustorpor estarem emmau estado, Posse declarar como despesas?

    Obg

    César

    Reply
    • Olá Cesár,
      Infelizmente não pode ser consideradas despesas.
      Cump,

      Reply
  53. Tenho um crédito á habitação e moro numa casa alugada.posso declarar as duas deduções?

    Reply
    • Olá Maria,
      Apenas pode efectuar deduções da sua habitação permanente.
      Cump,

      Reply
  54. Tenho um apartamento que arrendei, nesse mesmo apartamento tenho um empréstimo habitação associado. Posso declarar no irs as despesas com juros pagas ao banco?
    Obrigado

    Reply
    • Olá Vitor,
      Correctamente não pode, porque não é sua habitação permanente.
      Cumprimentos,

      Reply
  55. Boa tarde,

    Os meus pais estão a viver, varios anos, numa casa arrendada. A senhoria todos os meses passa recibo. A minha pergunta é o meu pai pode colocar esse valor no IRS de 2012 ( a ser feito em 2013 ) do ano transacto?
    Se sim, qual o valor que ele pode colocar.
    Agradecia a sua resposta, e muito obrigada
    MMS

    Reply
    • Olá Mónica,
      Todas as rendas pagas durante o ano de 2012, devem constar na declaração de rendimentos a entregar em 2013.
      Cump,

      Reply
  56. Boa Tarde.

    Paguei em 2013 o imposto IMI, referente ao ano 2012.
    Poderei considerar uma despesa no IRS de 2012 ou apenas no IRS de 2013?

    Obrigado.

    Cumprimentos,

    Reply
  57. Bom dia,
    tenho uma questao meio especifica, no caso de aluguer de um quarto, ou seja uma fraçao especifica do apartamento, como posso declarar esse rendimento uma vez que tambem é a minha habitaçao permanente ?

    Reply
    • Olá Ricardo,
      Se possui contrato e emite recibos, declara como arrendamento normal.
      Cumprimentos,

      Reply
  58. Boa tarde,

    A minha duvida é a seguinte:

    Dois proprietários de uma casa receberam cada um 3000€ anuais. No Anexo F, declaram os 3000€ e na quota parte 100% ou 50%? Ou declaram os 6000€ e na quota parte 50%?

    Obrigado

    Reply
  59. As rendas anteriores a 1991 devem ser declaradas, pelo senhorio, no IRS? A dúvida é relativa ao preenchimento relativo a 2012, a ser entregue esta semana.
    Agradeço que me esclareçam logo que possível
    Cumprimentos,
    Amélia N. Silva

    Reply
  60. Do infantário do meu filho, tenho uma factura de 29-01-2013, refeições de Dezembro de 2012, em que ano devo considerar a despesa?

    Reply
    • Olá Fernando Dias,

      2013, ou seja, no próximo IRS.

      Cump,

      Reply
  61. Boa Tarde!
    Eu e o meu namorado arrendamos um apartamento, só que eu estou como arrendatária e ele como fiador.
    Será possível alterarmos os dois para a mesma morada sem ter qualquer problema?

    Obrigada,
    Cumprimentos
    Anabela R.

    Reply
    • Olá Anabela,
      Não estou a compreender o que pretende.
      Refere-se ao facto de alterar a morada fiscal?
      Cumprimentos,

      Reply
  62. Ola boa tarde,
    Tenho uma dúvida…
    Sou inclina de uma loja, em que campo do IRS ponho o total dos recibos que paguei?

    Reply
    • Boa tarde Sónia
      O seu IRS é com contabilidade organizada? Tem o regime de transparência fiscal?
      Se não tiver contabilidade organizada, duvido que possa colocar essa despesa no IRS…
      Aguardo a sua resposta
      Obrigado
      João Macedo

      Reply
  63. Olá,
    gostaria de esclarecer três dúvidas.
    1ºAlgum problema em fazer um contrato de arrendamento com a minha filha?
    2º No quadro vejo IRS retenção na fonte. O que é isso em caso do arrendamento?
    3º Que documentos se tem de entregar nas finaças? É só o contrato ou também fotocópias de Bilhetes de identidade e tudo o resto?
    Obrigado

    Reply
    • Boa noite João

      Respondendo às suas questões:
      1 – Não há qualquer problema em fazer um contrato de arrendamento com a sua filha;
      2 – Por vezes, no caso de o arrendatário ser uma empresa, pode ser necessário fazer a retenção na fonte.
      3 – Terá de levar o contrato de arrendamento até 30 dias depois de assinado. Creio não ser necessário mais nada. Irá pagar o imposto de selo que é equivalente a 10$ do valor da renda.

      A minha questão será: Qual a vantagem de fazer o contrato de arrendamento com a sua filha? Não se esqueça que para além do imposto de selo terá de ter o certificado energético e terá de pagar um imposto sobre o rendimento (pode ser 28% ou se optar pelo englobamento será uma taxa igual à taxa do seu IRS).

      Cumprimentos e ao dispor

      João

      Reply
  64. Boa tarde,

    Tenho uma casa (t3) que alugo por quarto a estudantes. Para passar recibos tenho de registar e contratos individuais nas finanças?
    Há alguma maneira de declarar esses rendimentos sem fazer anualmente vários contratos?

    Pode-me esclarecer?

    Obrigada
    Sónia Matos

    Reply
    • Boa tarde Sónia

      O Governo avançou com uma nova lei para regular estes contratos de menor duração. Deverá consultar a nova legislação. De seguida, sugerimos que partilhe connosco a sua experiência

      Cumprimentos

      Reply

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>